English French Italian Portuguese Spanish


carnaval SN

Falar de Carnaval em Cabo Verde é quase sempre falar de São Vicente. Mas se o carnaval mindelense atrai pela tentativa de reproduzir, ainda que à dimensão de Cabo Verde, o carnaval brasileiro, é em são Nicolau que se vive o verdadeiro carnaval crioulo.

Na ilha de Chiquinho a folia faz-se com critérios próprios. O carnaval de São Nicolau atrai pelas suas especificidades, que se perpetuam, numa tradição de quase 80 anos.

Esta, que começou por ser uma festa modesta, promovida por jovens locais transformou-se num dos principais cartões-de-visita da ilha. Em fevereiro aumenta a afluência à cidade onde o carnaval se vive longe de avenidas e sambódromos.

Os primeiros anos

A tradição do carnaval chegou à ilha de Chiquinho pelas mãos de um emigrante dos Estados Unidos da América. Na altura não passava de uma simples comemoração da festa do rei momo. Em 1952 surgiu o primeiro grupo oficial. O Copacabana. Uma associação que, é ainda hoje, uma das principais dinamizadoras do carnaval na ilha.

A iniciativa agradou e foi seguida por outros jovens que fundaram um segundo grupo, o Estrela Azul.

Para brincar o carnaval os grupos promoviam uma festa que começa ainda de dia e prolongava-se pela noite fora. Cada um confecionava o seu traje, recorrendo à criatividade e aos artigos mais acessíveis.

A música e os sabores tradicionais animavam o certame. Mas a folia fazia-se com normas rigorosas. Fazer parte do grupo era um privilégio apenas concedido a jovens de reputação intacta.

A organização cuidava pessoalmente para que as actividades decorressem sem incidentes, num clima familiar onde o respeito era palavra de ordem. Numa festa de grupo não era permitida a ausência dos casais de namorados da sala. As regras eram claras. Todos deviam regressar juntos a casa.

Um carnaval diferente

A ausência de concurso é a característica mais marcante do carnaval de Ribeira Brava. Mas a falta de competição não tira brilho à festa. Como o único objectivo de sair às ruas é reviver a cada ano a tradição, os grupos não poupam esforços para fazer uma festa colorida e cheia de animação.

Aqui o compasso do desfile é marcado pelo ritmo da ilha. A geografia acidentada da cidade impõe exigências próprias. As ruelas estreitas de Ribeira Brava, obrigam a uma atenção especial à dimensão dos andores.

Além de serem feitos sob medida para a pequena cidade de Ribeira Brava, os andores e carros alegóricos de São Nicolau têm outras particularidades. Os artistas responsáveis pela sua confecção mantêm há longos anos uma tradição própria. Papel de cimento e pasta de farinha e água são os principais ingredientes do material usado para dar forma às figuras míticas que nascem do metal. As cores e os enfeites fazem o resto.

Com tudo pronto e os figurantes organizados, os grupos seguem o percurso pelas ruas estreitas e inclinadas. Desafiam a natureza para chegar ao terreiro e mostrar o trabalho que é desenvolvido com sigilo e descrição. É no largo que acolhe a praça central e a Igreja Matriz, que a festa atinge o seu auge.

O rufar dos tambores, muita dança e animação marcam o ponto mais alto do desfile, que começa normalmente aos sábados. E a primeira apresentação é apenas o começo. Os grupos voltam às ruas no Domingo, descansam à segunda e retomam a festa, na Terça-feira de carnaval.

Comemorar em clima de união

Neste carnaval onde não há vencedores nem vencidos, todos se unem em prol de uma festa coletiva.

Desde os figurantes, às figuras de destaques, como o rei e a rainha, passando pelos costureiros e pelos artistas que trabalham os andores, todos prestam serviço voluntário à tradição.´

Os trabalhos começam meses antes mas intensificam-se na semana que antecede o carnaval.

A expectativa do carnaval invade a cidade de Ribeira Brava. Quando os grupos descem ao terreiro, cumpre-se uma espera de 12 meses. A cada ano renovam-se as forças para não deixar morrer a tradição. As associações investem, tempo, dinheiro mas principalmente dedicação e esmero para surpreender os que vão confirmar de perto a apregoada beleza do carnaval de São Nicolau.

A festa continua a ser de todos e foi abraçada também pelas autoridades nacionais, que já a reconhecem como um património a preservar. A cada ano os promotores esforçam-se para pôr nas ruas o melhor carnaval de sempre e recebem de braços abertos os visitantes que enchem a pequena cidade de Ribeira Brava de cor e movimento, em dias de carnaval.

 

Side Bar Banner 01
Side Bar Banner 03

Featured VILLA for Rent - Praia

JM PALACE: PERFECT FOR LARGER GROUPS
 featured jm

WEEKLY RENTAL of a large 10+ rooms villa fully furniture for as low as $24pp per night. Perfect for large groups and longer stays.